Cantata Natalina: até 2018!

Cantata Natalina 2017 - Última apresentação (12) (Copy)

Os fogos de artifício que iluminaram o céu de Passo Fundo, na noite da quinta-feira (07) – à véspera do feriado que faz memória à padroeira do município, Nossa Senhora da Conceição –, marcaram a despedida da Cantata Natalina do ano de 2017. O espetáculo evangelizador que cantou, em três apresentações no município e uma em Carazinho, o nascimento do menino Jesus, sob a perspectiva da Ternura, reuniu um público estimado em 18 mil pessoas.Cantata Natalina 2017 - Última apresentação (3) (Copy)

Essa multidão assistiu, nas quatro semanas de apresentação do maior espetáculo natalino do norte gaúcho, as janelas dos Colégios Notre Dame serem abertas, enquanto centenas de vozes convidavam “Vem Cantar a Alegria de Viver”. O ato, que há onze anos marca o início do evento evangelizador, abriu o espetáculo composto por 19 quadros artísticos e protagonizado por mais de 600 voluntários que disponibilizaram seu tempo e seus talentos para apresentar os cânticos, as coreografias e as encenações que representaram o milagre que une os povos cristãos, nas noites de evangelização.

Em 2017, contudo, os espectadores que prestigiaram o evento tiveram seus olhares e sentimentos conduzidos à contemplação do amor e do cuidado dedicados ao filho de Deus por Maria. Cantata Natalina 2017 - Última apresentação (7) (Copy)Afinal, a 11ª edição do espetáculo evangelizador foi inspirada na ternura – um dos sentimentos que, segundo o Papa Francisco, mais caracterizam sua maternidade. “Maria é aquela que sabe transformar um curral de animais na casa de Jesus, com uns pobres paninhos e uma montanha de ternura. Sempre que olhamos para Maria, voltamos a acreditar na força revolucionária da ternura e do afeto”, afirmou o pontífice.

A grandiosidade do seu “sim” é relembrada a cada ano, quando os Cantata Natalina 2017 - Última apresentação (11) (Copy)povos cristãos se unem em oração, para celebrar o Natal, conforme destacou, durante o protocolo de abertura da última apresentação da Cantata, o arcebispo da Arquidiocese de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luís Weber. “O Natal nos provoca, nos faz reavaliar a vida e pede de nós um empenho maior por esse mundo. É momento de revivermos nossa fé e acreditarmos que o mundo pode ser melhor, como Deus fez quando mandou seu filho, gerado no ventre de Maria, para nos libertar do pecado”, enfatizou.

PCantata Natalina 2017 - Última apresentação (1) (Copy)or isso, as canções, as coreografias e as encenações que integraram o roteiro do evento evangelizador, propuseram uma reflexão sobre a coragem e a fé que Maria demonstrou ao aceitar a missão de gerar o redentor, mesmo sabendo das dificuldades que enfrentaria.

A ternura daquela que trouxe ao mundo a divindade foi retratada, também, durante a encenação do nascimento do Deus menino. Enquanto anjos enfeitavam os céus, um presépio foi formado no palco e os espectadores foram convidados a celebrar o Natal. A comoção desta representação adquiriu tom festivo quando, ao som de um Medley de canções típicas à comemoração, Papais Noéis distribuíram doces para o público, antes que as janelas se fechassem e o céu negro da noite ganhasse o colorido dos fogos, significando um “até 2018! ”.

Veja mais fotos da última apresentação da Cantata Natalina 2017:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *